agências matrimoniais, traição, sites de encontros, classificados para solteiros - testamos para vocês
Logo: Teste sites de encontros, agências matrimoniais, anúncios para solteiros, anúncio erótico

Teste: Sites de encontros, agência matrimonial, anúncios eróticos, pulada de cerca,...

Noticias e testes online dating - 2012 - Site de traição Ashley Madison compra Ohhtel

Home   |   Conselhos online dating   |   Novidades   |   Imprensa   |   Contacto

  Novidades para solteiros em Portugal

13 de Maio 2012

Site de traição Ashley Madison compra base de usuários do Ohhtel

Valor do negócio não foi revelado pelas empresas. AshleyMadison.com passa a ter o cadastro de 520 mil pessoas no Brasil.
O Ashley Madison, site internacional especializados em relações extraconjugais, anunciou nesta terça-feira (10) que comprou a base de usuários do concorrente Ohhtel. O valor do negócio não foi divulgado pelas empresas.

Com a aquisição, o AshleyMadison.com passa a ter um total de 13,5 milhões de cadastrados em 22 países e mais de meio milhão de usuários no Brasil.

“Decidimos sair do mercado de relacionamentos online e quisemos garantir aos nossos usuários o acesso a esses serviços", afirmou o presidente do Ohhtel, Michael Bracewell, em comunicado conjunto. O Ohhtel irá focar os seus negócios agora em serviços de vídeo eróticos.

Migração de amantes

O representante do AshleyMadison.com no Brasil, Eduardo Borges, explica que a migração da base de dados do Ohhtel já foi feita, mas que os usuários do antigo concorrente precisam fazer uma espécie de recadastro para acessar a rede de relacionamentos. Desde esta terça-feira, um atalho na página principal do Ohhtel direciona os ucuários para o site do até então concorrente.

"Compramos apenas o banco de dados, então o usuário precisa aceitar as regras dos serviços do AshleyMadison.com para efetivar a migração", diz Borges. Para incentivar os usuários do antigo concorrente a usar o site, a empresa está oferecendo créditos grátis.

Com o negócio, a base de usuários do Ashley Madison no Brasil subiu de 370 mil para 520 mil usuários. O Ohhtel, que também mantinha operações nos Estados Unidos, México e Argentina, informava manter uma base de 420 mil usuários no país. "Com essa aquisição assumimos definitivamente a liderança no pais e a Ashley Madison passou a ser líder de mercado em todos os países que atua", afirma Borges.

A companhia não informa o faturamento no Brasil, apenas a receita total nos 22 países em que atua. Em 2011, a Ashley Madison registrou receita de US$ 60 milhões. Para 2012, a projeção é de faturamento de US$ 90 milhões.

"Nossa meta é que o Brasil passe a ser em até três meses o segundo país do mundo em termos de receita", afirma o representante da empresa no Brasil.

 

Fonte: gospel.azumare.net

 

 
Sua avaliação é importante para nós!

Este artigo sobre online dating ajudou você? Você tem perguntas ou sugestões a fazer? Se sim então escreva-nos:
» critica@sites-encontros.com.pt
 

» Início     » Home

 

Livros para solteiros
Dicas em livros
para solteiros e mais...

Publicidade: